Filosofia

No Stagium, o processo estético/ético se faz pelo contato direto com as coisas e os acontecimentos, refletindo no seu trabalho singularidades que dialogam diretamente com a sociedade. (Marika Gidali)

A filosofia do Ballet Stagium, desde sua criação, é basicamente utilizar a dança como meio pelo qual a Companhia cooperaria com a sociedade, através de coreografias e repertórios de estética própria e linguagem universal, que se propõem à reflexão sobre o Brasil em sua complexidade social, histórica e cultural.

Um dos princípios do Stagium é reinterpretar o passado do ponto de vista poético, apresentando ao público, através da dança, o patrimônio histórico e cultural brasileiro, com seus valores, costumes e raízes submersos no inconsciente coletivo.

Assim a Companhia mantém sua trajetória, que já completa 46 anos, com visão e missão sociais e pedagógicas, além de culturais e artísticas.